Quais estados permitem fazer a matricula escolar de forma online?

A tecnologia tem chegado com força nas redes de ensino. Um exemplo é a matrícula online disponibilizada por uma série de estados brasileiros. O sistema poupa o tempo dos pais e responsáveis, e agiliza a reserva de vagas nas instituições públicas. Ainda que seja vantajoso, não são todos os locais que aderiram a essa informatização.

Matrícula escolar online

Também chamada de matrícula fácil 2020, esse processo tem conquistado as secretarias escolares. Principalmente porquê, poupa o tempo dos funcionários da escola e evita longas filas para reserva de vagas.

O processo consiste em criar um painel na internet, em que os pais dos alunos da rede pública possam assegurar a vaga dos seus filhos na unidade desejada. Indicando a escola pretendida, série, e turno.

Vale dizer que isso não garante que a criança ou jovem seja alocado conforme suas preferências. Mas, depende do número de vagas disponíveis e de uma série de preferências. Por exemplo, priorizando aqueles que residem próximos a escola ou têm irmãos no mesmo colégio.

Esse tipo de etapa é feita para adiantar a matrícula, por isso é um pré cadastro. Não substituindo o comparecimento até a escola para levar documentos do aluno e de seu responsável.

Quem deve fazer a matrícula online

Os requisitos para utilização do sistema virtual vão depender de alguns estados. Na maioria dos casos, o processo é feito por alunos da rede pública de ensino. Seja de âmbito estadual ou municipal.

E dedicado a reserva de vagas dos estudantes que ingressarão no ensino público, ou para:

  • Alunos que desejam fazer transferência de escola;
  • Alunos vindos de outros municípios;
  • Alunos que precisam mudar de escola, pois a anterior não oferece a próxima série a ser cursada;
  • Alunos oriundos da rede particular.

Isso significa que as crianças que já estão matriculadas na escola, e permanecerão na mesma para o ano seguinte, não precisam reservar sua vaga. Pois, já estará garantida. Os pais devem apenas fazer a rematricula no local, conforme política adotada pelo colégio.

Estados que permitem a matrícula escolar digital

Não são todos os estados do país que digitalizaram essa reserva de vagas. A iniciativa depende de cada região, já que não há nenhuma legislação federal que prevê esse processo.

A matrícula Rio 2020, por exemplo, é uma realidade para os cariocas. Tanto para os municípios como para os alunos matriculados no estado.

Também permite esse procedimento, regiões como:

  • Sergipe;
  • Bahia;
  • Rio Grande do Norte;
  • Rio Grande do Sul;
  • Mato Grosso do Sul;
  • Rio de Janeiro;
  • Piauí;
  • Distrito Federal;
  • Amazonas;
  • Goiás;
  • Minas Gerais;
  • São Paulo;
  • Espírito Santo;
  • Maranhão;
  • Paraná.