O curso de técnico em enfermagem já esta saturado?

Quem tem afinidade com a área da saúde, já deve ter notado que cada vez mais pessoas têm se interessado pelo curso técnico em enfermagem.. A procura é alta, o que faz com que quem esteja pensando em inciar a formação se pergunte se a demanda será suficiente para área. Se essa é a sua dúvida, vale a pena conferir o texto abaixo:

O curso de Enfermagem

Se comparado a outros cursos técnicos, Enfermagem possui uma expectativa salarial maior. Isso muitas vezes faz com que as pessoas prefiram essa formação.

Além disso, ao se formar como técnico de enfermagem, você poderá ter um mercado amplo para atuar desde enfermeiro da rede privada até cuidadora particular.

O melhor é que você pode estar unindo as suas afinidade com uma formação de curta duração, voltada para o mercado de trabalho. Esse será um curso equilibrado entre prática e teoria.

E você sabia que um dos cursos mais ofertados para cursos gratuitos desse ano é o técnico em Enfermagem? Com essa oportunidade, o estudante começa a fazer o curso almejado e não precisa pagar nada por ele.

A inciativa promove o ensino técnico através de parceria com instituições líderes em ensino, como é o caso das ofertas para o SENAC 2020.

Quanto recebe?

O piso salarial para esta profissão pode ser diferente para cada região do país, dependendo diretamente da demanda pelos profissionais da área.

Por isso, é difícil prever com exatidão a remuneração do técnico em Enfermagem, mas a expectativa é que o salário seja equivalente a R$1.700.

Mas vale lembrar que a média varia muito, e de acordo com a valorização do profissional na sua região, é possível receber entre R$2.500 e R$3.000.

Vale a pena fazer o curso?

Como muitos cursos gratuitos têm sido oferecido na área e muitas pessoas têm optado pelo curso técnico em Enfermagem, você dev estar se perguntando se a área está saturada.

A saturação de uma profissão acontece quando a oferta de profissionais é superior a demanda de empregos ofertadas. Esses cálculos variam muito até de uma cidade para outra.

Para este ano, muitos estudantes formados estão concorrendo no mercado de trabalho e pode ser difícil conseguir uma vaga sem qualificação equivalente.

Por isso, a dica é que o estudante possua um diferencial para concorrer, agregando cursos e especializações na área. Escolher uma instituição de referência também pode ser significativo em uma seleção. Então esteja preparado!